Twitter, YouTube, Facebook, e outras formas de mídia social se mostram um nicho de oportunidades para os laboratórios clínicos e para o sistema de saúde. Mas ainda há uma linha tênue entre medo e evolução. Fazer a saúde ficar mais “social” não é algo somente a se fazer, mas uma maneira de ser. A mídia social já está se provando ser uma ferramenta fundamental em nossa busca por transformação do sistema de saúde. Veja esta palestra apresentada pelo Rafael Kiso, Diretor de Novos Negócios da Focusnetworks e Diretor de Inovação da MídiaNext, no 5 Congresso Brasileiro de Gestão em Laboratórios Clínicos que aconteceu na Hospitalar 2011.

Leave a Reply

Your email address will not be published.