Cultura, comunicação, comércio, conectividade e comunidade podem ajudar as marcas a definirem uma estratégia.

Já lhe ocorreu que estamos apenas a 20 meses de 2020? Pois é, estamos muito próximo de uma mudança significativa de comportamento do consumidor segundo o Tomá e Ann do Facebook IQ.

Para contextualizar, em 2020 a maioria das pessoas no mundo terão acesso à Internet pela primeira vez, e será através de algum dispositivo mobile.

Através das pesquisas do Facebook IQ, analisando dados de mais de 2 bilhões de usuários da rede social, terceiros e análises de especialistas, eles chegaram às 5 principais mudanças que estão acontecendo e serão totalmente parte do nosso dia-a-dia em 2020.

1 – Cultura
O gênero se tornará irrelevante, assim como a idade. As pesquisas mostraram que está crescendo o número de pessoas que se declaram diferentes de apenas homem ou mulher. E, a idade é um fator cada vez mais irrelevante para as marcas, dado o fato de que as redes sociais deram a real capacidade de as marcas fazerem publicidade e propaganda mirando o comportamento das pessoas.
Outro fator para 2020 é a migração de formatos de comunicação para ser cada vez mais humano. O e-mail, que é um formato totalmente baseado em texto e assíncrono, praticamente deixará de existir, pois formatos como apps de mensagens, vídeos, lives, tomarão à frente.

2 – Comunicação
Dados importantes foram apresentados no qual nos faz ter a certeza de que pensar primeiro no mobile faz sentido:
• A visualização de conteúdo através do mobile torna o consumo de conteúdo 41% mais rápido quando comparado ao desktop;
• O tempo de visualização de vídeos no Instagram cresceu 80% desde o ano passado;
• As pessoas gastam 5x mais tempo olhando um vídeo do que qualquer outro tipo de formato;
• Lives no Facebook obtém 10x mais interações do que em formatos tradicionais nessa mesma rede;
• Atualmente 1 a cada 5 vídeos no Facebook já são Lives;
• O Facebook está investindo pesado em AR e VR, pois aposta que o futuro social será imersivo. O termo que eles já usam é “Mixed Reality”, no qual não distingue mais o que é AR e VR;
• Através dessa iniciativa em Mixed Reality, eles afirmam que 54% das pessoas nunca mais perderão um evento especial, como por exemplo, o aniversário de um amigo distante;
• 68% das pessoas participantes da pesquisa deles acreditam que o Mixed Reality fará parte do dia-a-dia em 2020.

3 – Comércio
Não podemos deixar de lado o fato de que as compras online se tornarão ainda maiores. Vejam os destaques:
• 1 a cada 3 pessoas no mundo fará comprar via mobile;
• Haverá um aumento significativo das pessoas que decidirão uma compra com base em conveniência e não em preço. Isso significa que a disciplina de UX e CX estará em alta;
• 67% dos usuários do Facebook aumentaram significantemente o uso de apps como Messenger e WhatsApp. Houve um aumento de 5.6x no uso de chatbots em relação ao ano passado;
• 300 milhões de pessoas já compram em e-commerces globais como Amazon.com.

4 – Conectividade
Quando pensamos em conectividade não tem como não pensar em IoT. Sim! E as pessoas estão falando muito sobre isso no Facebook, principalmente sobre automação das casas. Houve um aumento de 8.1x de pessoas falando sobre esse assunto em relação ao ano passado.
Outro fator importante é que 3 bilhões de pessoas terão acesso a um smartphone em 2020. 1 a cada 4 pessoas usa o Facebook somente via mobile. Aqui no Brasil isso representa 29% dos usuários. Teremos mais gente para as redes e para os anunciantes. Só por curiosidade, já mais de 6 milhões de anunciantes no Facebook.

5 – Comunidade
O Facebook IQ também afirma que em 2020 os grupos serão extremamente fortes. Eles realmente estão ganhando peso e atualmente 200 milhões de pessoas já fazem parte de algum grupo considerado relevante para a vida, como um grupo de mães de primeira viagem, por exemplo.
As redes também oferecerão cada vez mais ferramentas para ajuda coletiva, como recomendações e até mesmo aviso de um desastre natural. É fato de que estamos usando menos o Google para fazer as perguntas que queremos, pois, a inteligência coletiva da sua rede no Facebook é mais relevante e torna o processo uma curadoria.

Tenha em mente essas 5 mudanças para repensar qual será a sua estratégia nos próximos 20 meses.

Leave a Reply

Your email address will not be published.