Mais uma rede social para integrar ao seu já grande leque de perfis para controlar, atualizar e lembrar a senha. É o Pinterest.

Seguindo os modelos atuais de redes sociais de blogs voltadas a imagens, memes e fotografia, como Tumblr e We Heart It, o Pinterest vem aprender com todas elas e integrar usabilidade ao pacote. O design é simples, arrojado e intuitivo, mas tem obtido criticas do meio especializado, por ser “feminino” demais. Conclusão da critica que é reforçada por dados que comprovam que 80% dos usuários do Pinterest são mulheres, segundo o jornalista Marshall Kirkpatric.

Não é preciso navegar por muito tempo para ficar craque em alfinetar tudo o que você achar necessário. Não é a toa que foi eleito um dos melhores websites pela revista Times em 2011.

Mas como funciona?

A ideia é simples. Você possui um “clipboard”, uma espécie de mural de parede, onde você deve inserir os seus “pins”, que são alfinetes para prender as imagens que representam suas afinidades e gostos. O recurso “Repin” permite que você replique a imagem de um dos seus seguidores em seu próprio mural ou em um clipboard específico, funcionalidade que lembra muito o reblog do Tumblr.

Aqui é seguir e ser seguido, outra característica do Tumblr, e não adicionar amigos. É possível importar contatos do Facebook ou enviar convites através de e-mail.

Uma característica muito interessante do Pinterest, é a integração com os plugins sociais do Facebook. É possível curtir determinado board de um usuário.

A ferramenta parece ser um conjunto de recursos de outras redes repensados mas na verdade, vai muito além disso. O Pinterest alcançou 10 milhões de visitas de usuários únicos mais rápido que qualquer site independente na história e já arrecadou mais de US$37 milhões em investimentos desde outubro de 2011. Além disso, ele esta gerando mais tráfego de referência do que o Linkedin, Youtube e Google+ combinados.

Quer mais motivos para acreditar no Pinterest? De uma olhada no infográfico divulgado pelo site Mashable.

Gostou? Que tal ir mais a fundo?No link abaixo (em inglês) você confere 5 maneiras de como as marcas podem se beneficiar do Pinterest:

http://mashable.com/2012/01/10/pinterest-business-consumer-engagement/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.