As redes sociais e canais sociais dão às marcas uma gama de oportunidades de marketing para engajar clientes e aqueles que os influenciam. Cada canal oferece uma fórmula para enagajamento onde marcas se tornam estórias e pessoas se tornam contadores de estórias ou storytellers, como é comumente chamado no jargão. Usando uma abordagem transmedia, ou seja, atuar em diversas mídias (rádio, tv, jornal, revista, internet, etc) para contar uma estória, uma marca pode se conectar com clientes de maneiras diferentes através de cada meio, criando uma experiência mais rica e profunda. O Transmedia storytelling não segue as regras tradicionais de publicação, ele abraça o cliente onde eles estão conectados e os colocam numa narrativa. Dentro de qualquer rede, as marcas podem investir em ativos digitais que abrangem cinco tipos de mídia:

  1. Pago: Publicidade digital, banners, links patrocinados
  2. Próprio: Ativos criados, conteúdo customizado
  3. Ganho: Conversas relacionados à marca e conteúdo gerado pelo usuário
  4. Promovido: Veículos promovendo uma promoção dentro do conteúdo
  5. Compartilhado: Plataformas abertas ou comunidades onde clientes co-criam e colaboram com as marcas

Qualquer combinação dessas cinco estratégias de mídia, definem uma nova esfera da marca onde empresas podem capturar atenção, conduzir experiências online, ativar conversas e boca-a-boca, e ajudar clientes em seus desafios ou criar novas oportunidades. Cada canal de mídia se conecta de forma diferente com as pessoas e, portanto, requer uma abordagem dedicada integrando valores tangíveis e intangíveis. Fazendo isso você garantirá um caminho crítico para conteúdo nas mídias sociais: relevância, alcance e ressonância.

Social Media Brandsphere by Brian Solis and Jess3

Fonte: The Conversation Prism by Brian Solis

Leave a Reply

Your email address will not be published.